Programa ligado ao PBQP

Fundamentos

O Programa Setorial da Qualidade – Tintas Imobiliárias verifica a qualidade desses produtos no mercado brasileiro, utilizando as normas ABNT e práticas reconhecidas internacionalmente.

Os produtos avaliados:
• Tinta Látex Econômica
• Tinta Látex Standard
• Tinta Látex Premium
• Massa Niveladora para Alvenaria (Massa Corrida) para Interiores
• Massa Niveladora para Alvenaria (Massa Acrílica) para Interior/Exterior
• Esmalte Sintético Standard e Tinta a Óleo
• Esmalte Sintético Premium
• Verniz de Uso Interior (Copal)

A cada trimestre é feita uma coleta de amostras para avaliação em auditorias realizadas nas unidades fabris das empresas participantes do programa e/ou compradas no varejo, neste caso podem ser produtos tanto de empresas participantes quanto de não participantes.

Para garantir a total isenção na avaliação, as amostras são descaracterizadas e enviadas para ensaios de desempenho em laboratório especializado e capacitado. A partir dos resultados desses ensaios, são elaboradas a lista de fabricantes qualificados (cujos produtos estão em conformidade com as normas técnicas e a legislação) e a relação de empresas e marcas que estão fora da conformidade, permitindo um retrato fiel e sempre atualizado do mercado.

Essas informações são amplamente divulgadas e disponibilizadas ao público nos sites do PBQP-H e da ABRAFATI:
www.cidades.gov.br/pbqp-h
www.abrafati.com.br
www.tintadequalidade.com.br

Conheça os fundamentos do Programa Setorial da Qualidade de Tintas Imobiliárias clicando aqui.

Normas Técnicas

O trabalho de avaliação desenvolvido pelo PSQ – Tintas Imobiliárias é baseado nas normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), elaboradas com a participação de especialistas. Elas são parâmetros claros, concretos e científicos de avaliação. Desde 2011, esse trabalho referente às normas está concentrado no Comitê Brasileiro de Tintas da ABNT, o CB-164, coordenado pela ABRAFATI.

Ao longo destes 15 anos do PSQ-Tintas Imobiliárias, foram publicadas mais de 30 normas da ABNT referentes a tintas imobiliárias, algumas delas revisadas posteriormente, de maneira a mostrar a evolução do mercado no tocante a insumos e resultados, bem como o crescimento tecnológico do setor. Isso permitiu a padronização das metodologias de ensaios de desempenho, além da definição dos requisitos mínimos de desempenho ou das especificações mínimas de qualidade.

Quatro dessas normas destacam-se justamente por serem de especificação: uma para tintas látex (NBR 15079), uma para massas niveladoras (NBR 15348), uma terceira para esmaltes brilhantes/tinta a óleo (NBR 15494) e uma para vernizes brilhantes à base de solvente para uso interior (NBR 16211).

A NBR 15079 foi a primeira norma de especificação técnica aprovada no Brasil, em 2004, abrange as tintas látex, que representam a maior parte do volume de tintas para construção civil produzidas no Brasil. Ela estabelece requisitos mínimos de qualidade (durabilidade, lavabilidade e poder de cobertura) que as tintas devem atender de acordo com três diferentes níveis de classificação: Econômicas, Standard e Premium.

Para saber quais normas técnicas se aplicam a quais produtos, clique aqui.